Links

5 de janeiro de 2010

Estrada do Joá na década de 1940 - um difícil acesso à Barra

Parece surpreendente ao carioca atual saber que o Recreio dos Bandeirantes foi "colonizado" antes da Barra da Tijuca. Afinal o Recreio ainda tem muitas ruas de terra enquanto a Barra já é muito mais urbanizada.

Mas a história não nos deixa mentir: a partir dos anos 1920 começaram a ser loteadas e vendidas glebas no Recreio. O que levou o pioneirismo do Recreio foi a maior facilidade de acesso pela estrada dos Bandeirantes, apenas reconhecida em 1947, mas que na verdade formou-se muito antes com a união de vários caminho tais como o de Curicica, Guaratiba, Vargem Pequena e Vargem Grande, existentes desde os tempos coloniais e utilizados para o escoamento da produção de açucar concentrada nas vargens. Era a única forma de se chegar ao Pontal

Na Barra, na extremidade oposta ao Pontal, o local conhecido como Barrinha era isolado e somente acessível, com muitas dificuldades pelas quase intransitáveis estradas de Furnas, Gávea e Joá. A foto abaixo mostra o aspecto da estrada do Joá na década de 1940.




É possível que devido a dificuldade de acesso, a Barrinha e a estrada do Joá tenham sido escolhidas para a construção de um grande número de motéis. Nesse caso, e ainda mais se tratando de pessoas conhecidas e/ ou comprometidas, quanto mais longe e menos frequentado um local melhor para servir de palco para aventuras amorosas...

Ainda demoraria muito para o Oswaldo e suas batidas entrarem no circuito da "night carioca"....

Um comentário:

Prof. Adinalzir disse...

Muitos motéis dessa área foram frequentados por vários amigos meus. E eram muito bem casados...Rsss.